Muito cuidado com o adoçante
Saúde

Muito cuidado com os adoçantes

A moda agora é ser magro. Qualquer sacrifício vale à pena para ter um corpo esbelto. Os adoçantes são a bola da vez. Diminuir a quantidade de comida, se privar dos prazeres da mesa é muito difícil, quase impossível. O caminho mais fácil é usar os adoçantes. Encontram-se nos mercados e farmácias e não precisam de receitas.
A intensa propaganda, mostrando astros e estrelas de corpo escultural, faz com que milhões de pessoas entrem na onda. Só que a relação custo-benefício é perversa, maléfica, danosa e diabólica para a saúde. Vejamos os principais componentes desses embusteiros:

1 – ASPARTAME

Presente na maioria dos adoçantes, nas bebidas Diet Coke e Pepsi, Guaraná e Refrigerantes Limão e Zero, H2OH, Águas com sabor de frutas, balas, sucos, biscoitos, doces, águas com sabores de frutas, sorvetes e bolos diet. São mais de 5000 produtos contaminados por este veneno! Pesquisadores constataram uma intima relação entre o aspartame e algumas doenças graves: esclerose múltipla, lúpus sistêmico, doenças da retina ocular que podem levar à cegueira, Mal de Alzheimer, fibromialgia, espasmos, formigamentos, câimbras, tonturas, dores de cabeça, zumbidos, baixa da resistência imunológica, dores articulares, ansiedade, depressão ou perda de memória. O fabricante e distribuidor mundial dessa maldição é a MONSANTO, enorme corporação multinacional que impede a divulgação dessas verdades na mídia para não perder esse rico filão.. VOCÊ TEM A DOENÇA DO ASPARTAME?

2 – SACARINA

Proibida na Europa em 1912, ela ressurgiu na época da 2ª. Grande Guerra, para substituir o açúcar em falta. Estudos mostraram o aparecimento de câncer em ratos alimentados com uma dieta com 5% de sacarina.

3 – CICLAMATO

Estudos demonstraram que o ciclamato pode causar câncer, quando consumido em excesso por um longo período de tempo.

4 – BENZOATO DE SODIO E VITAMINA C

Estas duas substâncias presentes em grande numero de sucos e refrigerantes, podem reagir e formar o benzeno que é um composto tóxico cancerígeno.

RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES

Leia com atenção todos os ingredientes dos produtos diet que você fôr adquirir. Adoçantes são drogas químicas artificiais como qualquer remédio, que podem se transformar em veneno, conforme a dose ingerida. Sua saúde é o bem mais precioso de sua vida. Não se esqueça: máximo cuidado com o que você bebe ou come.

CADA RÓTULO UMA SENTENÇA

Conheça as características dos adoçantes mais encontrados no mercado
ACESULFAME DE POTÁSSIO Pessoas que necessitam limitar a ingestão de potássio (K) só devem consumi-lo após consulta médica. Geralmente é associado com sacarina e ciclamato de sódio; Limite de consumo: 15 mg/dia/kg; Marcas: Assurgin e Doce Menor
CICLAMATO DE SÓDIOAlguns estudos da década de 1970 apontaram efeitos carcinogênicos no ciclamato de sódio em ratos. Por isso, ele é ilegal nos EUA, Inglaterra, França e Japão. Em mais de 50 países, incluindo o Brasil, seu uso é autorizado. Costuma ser combinado com a sacarina ;Limite de consumo: 7 mg/dia/kg;Marca: ZeroCal
ESTÉVIA Derivada da planta de mesmo nome, já era utilizada pelos índios tupis-guaranis. Em geral, é associada a outros adoçantes e, por isso, deixa de ser “natural”. Há poucos estudos para assegurar o seu uso;Limite de consumo: 5,5 mg/dia/kg;Marcas: Stevita (pura) e Good Light
SACARINA Geralmente associada ao ciclamato, tem poder edulcorante 200 a 700 vezes maior do que a sacarose, presente no açúcar. Foi descoberta em 1879 e era utilizada inicialmente como anti-séptico e conservante. Os adoçantes feitos de ciclamato e sacarina têm gosto amargo, mas são os mais baratos  Limite de consumo: 5 mg/dia/kg; Marca: ZeroCal
SUCRALOSE É o único que deriva da cana, por isso tem um sabor considerado mais próximo ao do açúcar refinado. Pode ser consumido com segurança por diabéticos, gestantes e por pessoas de qualquer faixa etária e estado fisiológico; Limite de consumo: 15 mg/dia/kg; Marca: Linea (com acesulfame-K)
ASPARTAME Feito com proteínas naturais, possui sabor mais semelhante ao do açúcar, em comparação com sacarina e ciclamato. Geralmente é associado ao sorbitol extraído das frutas; Limite de consumo: 40 mg/dia/kg; Marcas: Finn e Gold
FRUTOSE Extraída de frutas e mel, possui algumas calorias, diferentemente de outros tipos de adoçante. Especialistas não recomendam seu uso por diabéticos porque favorece a elevação do colesterol; Limite de consumo: não estabelecido; Marcas: Doce Menor e Lowçucar
Eu estou usando Sucralose. Mais de 100 estudos científicos durante 20 anos, comprovaram que o sucralose é seguro. Importantes estudos toxicológicos foram feitos e ficou comprovado que o adoçante sucralose não e cancerígeno. Os dados dos estudos foram avaliados independentemente pôr vários peritos de diferentes disciplinas, incluindo toxicologia, oncologia, teratologia, neurologia, pediatria e nutrição.
Fonte: Sociedade Brasileira de Diabetes e FDA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *